segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Moradores

Aqui vamos falar um pouquinho dos moradores da Casa dos Palhaços que são: Botão, Amoroso, Meleca, Barriguinha, Risonho, Pingo, Torrone, Requeijão e Jubinha.

Mas não vamos esquecer da galerinha que já morou na casa: as tias Bólis, Beterraba, Mixirica, Fubá, Carol, Gi, Palhaço Pimentão e os tios Gil e Quadrado, além dos nosso queridos Mágico YORGA e Seu VALDEMAR.  Vocês moram em nossos corações!

____________________________________________________________________________

Morador e fundador – Palhaço AMOROSO

Sem dúvidas, junto com o Palhaço, um morador muito ilustre desta casa é o Palhaço AMOROSO.

Ele está na casa há muito tempo, e já fez tantos eventos com a gente que até perdemos a conta.

O AMOROSO é realmente um graaaaaaaaande palhaço, engraçadíssimo, maravilhoso e aproveito este espaço pra dizer que ele tem cadeira cativa na mesa de jantar da Casa dos Palhaços.

Um grande abraço pra você cara e que logo possa continuar a espalhar sua alegria por todos os lugares.

____________________________________________________________________________

Prata da casa – Palhaço PIMENTÃO

Ele está meio aposentado, mas a história está mais viva que nunca:

Sobre o PIMENTÃO, tenho que falar que tivemos a honra de vê-lo nascer e vou contar essa história pra vocês: O Botão estava dando aulas de esculturas em balão e surgiu um aluno que logo de cara mostrou um baita dificuldade em serviços manuais. Só que esse cara era atencioso e dedicado (o aluno mais dedicado que ele já teve) e explicou que estava fazendo aulas como se fosse uma fisioterapia, pois acabara de sofrer alguns problemas de saúde que afetaram seus movimentos manuais. – Pôxa Pimentão, o Botão lembra que você fazia tudo ao contrário, mas seu esforço era emocionante e isso fazia ele acreditar e se dedicar muito a você.

Bom, pra encurtar essa história, um dia ele pediu pra fazer um evento com a gente, de graça, só pra ver como é que era o trabalho. Começamos a levar ele conosco em vários eventos e ele se enrrolava todo, ficava nervoso porque não conseguia acompanhar a velocidade dos outros colegas, mas ao mesmo tempo foi surgindo nele uma coisa natural e logo tempo fomos apresentado àquele que seria um dos moradores mais queridos da nossa casa: nascia o Palhaço PIMENTÃO.

Hoje, nos orgulhamos em ver que, não só foi vencida toda aquela dificuldade inicial, como o Pimentão se tornou um grande escultor em balão, chegando a inventar e nos e ensinar várias esculturas novas, além de ser ótimo com maquiagens infantis também.

Como palhaço, o PIMENTÃO é muito carinhoso e atencioso, conquistando o coração das pessoas por onde passa.

PIMENTÃO, temos um grande orgulho de ter acompanhado sua trajetória desde o começo e queremos te dar os parabéns por ter conseguido vencer essa batalhas que descrevemos aqui e tantas outras que “nós” sabemos que você andou travando e vencendo em sua vida. Continue sendo o ótimo cara que você é e que DEUS proteja sempre a você e sua família.

Um beijo no seu coração, dos seus amigos da casa.

____________________________________________________________________________

Palhaço MELECA e a Casa dos Palhaços

Eu conheço várias pessoas que nasceram pra serem palhaços, mas só conheço uma que, práticamente, já nasceu palhaço.

Só pra se ter uma idéia dessa figura, desde os 14 anos que ele atua como palhaço, o que quer dizer que o Palhaço Botão estava nascendo enquanto o Palhaço MELECA já tinha dez anos de existência. E vou dizer pra vocês: isso faz uma baita diferença.

Ele é um “monstro” da palhaçada. Só pra ter uma idéia da sua capacidade de cativar, já vimos ele abordando e brincando com uma pessoa na rua e, dez minutos depois, já tinha tanta liberdade que foi convidado a conhecer a casa desta sua nova amiga… há, ia me esquecendo de um detalhe: a casa da pessoa ficava em outro estado, pode?

Por um destes desencontros bobos da vida da gente, o Meleca ficou fora da Casa dos Palhaços por longos três anos, mas graças a Deus pudemos nos reconciliar e voltamos a atuar juntos e principalmente a ser amigos.

Palhaço Meleca, seja bem vindo de volta à Casa dos Palhaços.

Palhaço Meleca por ele mesmo:

Meleca escreveu:
Em 1984, fazia eu parte de um grupo de teatro amador (desde os 9 anos monto peças teatrais rudimentares na escola).

Como dizia, em 84 o grupo teatral se apresentava no horto florestal nos finais de semana e eu então com 13 anos fazia personagens cômicos. Foi atravez do professor de teatro que me convidou para animar uma festa, desenhou minha roupa me deu algumas dicas e em 15 de setembro de 1984 nascia profissionalmente o Palhaço Meleca (apelido que tenho desde 78, quem não se lembra do comercial das balas de leite Kids “roda, roda, deixe o baleiro atenção quando o baleiro parar põe a mão…, e no final tinha um MELECA MAMA!).

Pois é nascia o Palhaço Meleca que nos primeiros cinco anos trabalhou sozinho animando festas, eventos e aos sábados e domingos fazia animação no Grupo Sergio (quem não se lembra) à partir de 1990 teve com seus parceiros ampliação de seu trabalho para atuar em qualquer tipo de evento cômico.
Voltando hoje em dia a ser um morador da Casa dos Palhaços.

___________________________________________________________________________

Seu Waldemar, um Palhaço que não pintava a cara

Este texto é sobre um integrante da velha guarda que não pintava a cara, mas que eu considero um dos maiores moradores que a casa já teve. Quem conhece mais de perto já sabe que estou escrevendo sobre o Seu Valdemar Scarpelli.

Só pra ter uma idéia do que ele representou e representa até hoje, basta dizer que foi ele quem nos colocou nos restaurantes e pizzarias: Esfiha Imigrantes, Pizzaria Zi Tereza di Napoli, Pizzaria La Bella Pizza e Pizzaria Jóia, isso sem contar outros estabelecimentos comerciais cujas portas ele nos abriu, fosse para uma única apresentação ou mesmo para uma longa temporada.

Seu Valdemar foi uma figura diferente, um grande batalhador, persistente a ponto de ficar oferecendo nossos serviços por dois anos ao mesmo cliente, até que fomos contratados “só pra que ele largasse do pé” (palavras do dono do comércio).

Seu Valdemar voltou pra perto do Papai do Céu já faz um tempinho e vou utilizar uma frase de outro autor para homenageá-lo: Palhaços nunca morrem, palhaços tornam-se lendas e lendas são eternas.

Sei que voce estará sempre entre nós. Muito obrigado por tudo o que já fez e ainda fará pela Casa dos Palhaços!!!

___________________________________________________________________________

Tio YORGA – O Mágico da Casa dos Palhaços

Olha gente, quando escrevo esse texto já fazem alguns meses que o Tio Yorga foi morar com o Papai do Céu.

Sei que demorei para dizer algo sobre ele, mas é porque senti muito e não tinha muita vontade de colocar minha tristeza aqui, então peço desculpas se pareci insensível ao não comentar nada.

Eu e o Colchete conhecemos o TIO YORGA num buffet de Moema, em São Paulo e logo de cara percebemos nele algo de diferente:

Primeiro a paixão que tinha pelo que fazia. Era contagiante. As crianças adoravam ele e nós viramos fãs logo de cara.

Já estava bem idoso nesta época, mas tinha uma vitalidade incrível, que muito garoto não tem.

Do pouco que sei de sua história, foi circense desde os cinco anos de idade, Argentino mas com uma alma bem brasileira.

Seu show era divertidíssimo e tinha um boneco ventríloco: O Batatinha, que deixava a criançada louca de tanta graça que fazia.

Com certeza o céu deve estar muito mais alegre com o retorno do TIO YORGA.

Nós aqui ficamos no agradecimento pelos ensinamentos e pela graça de ter conhecido esse grande mágico da vida!

PARABÉNS e OBRIGADO TIO YORGA.!!!

___________________________________________________________________________

 

Antigos Moradores, quanta saudade…

Tias Bólis, Beterraba, Mixirica, Fubá, Carol, Gi e os tios Gil, gente muito boa que já passou por aqui e deixou muita saudade!

###-0-###

Tem mais espaço na Casa dos Palhaços

Voce gostou? que participar também? Entre na página Fale Conosco e mande uma mensagem. As portas da Casa dos Palhaços estão sempre abertas e aguardando novos moradores.


Faça seu comentário


RSS dos comentários TrackBack 4 comentários